A Ciência e o Jejum Intermitente Roberto Alencar

Jejum Intermitente versus Comer de 3 em 3 Horas

Jejum Intermitente versus Comer de 3 em 3 Horas. Tanto na mídia quanto na internet existe um grande número de informação inadequada quando o assunto diz respeito à frequência que devemos comer no decorrer do dia e às Influências metabólicas de diferentes frequências de consumo.

 

 O MITO mais comum que infelizmente persiste é:

 

A ideia de que “Comer de 3 em 3 horas acelera o metabolismo”

 

Primeiramente para derrubar este “mito” quero lhe dizer que foi realizada uma “meta-análise” sobre o assunto, ou seja, foi realizada uma análise de vários estudos sobre o mesmo tópico. Essa análise foi realizada por um conceituado jornal Britânico de Nutrição e concluiu o seguinte: Uma revisão detalhada dos possíveis mecanismos para explicar uma vantagem metabólica de se comer mais frequentemente (como de 3 em 3 horas) falhou em revelar qualquer benefício significativo em respeito ao gasto calórico. Finalmente com a exceção de um único estudo (com bastante pontos de falha) não existe nenhuma evidência que a perda de peso em uma dieta hipocalórica seja alterada devido a frequência das refeições.

 

Conheça Os alimentos permitidos na dieta Low Carb

 

 

Agora outra revisão de estudos sobre o tema publicada em 2009 concluiu que as limitadas evidencias disponíveis sugerem que não existe nenhuma associação entre a frequências das refeições e o peso ou saúde, tanto em relação ao emagrecimento quanto mantenimento de peso ainda com uma possível associação inversa entre frequência e gordura. Isso quer dizer que quanto mais frequentemente você come mais gordura você tende a ter.

 

Estudo Realizado com 11 Mulheres Obesas

 

Continuemos agora com outro estudo demolidor feito em 2015 que comparou se comer 2 refeições por dia com 6 refeições por dia durante duas semanas sendo que em ambas as refeições tinham a mesma quantidade calórica.

 

O estudo reuniu 11 mulheres obesas que foram randomizadas em 2 grupos, ambos com a mesma quantidade calórica no qual um grupo comeu apenas 2 refeições ao dia enquanto que o outro grupo comeu 6 refeições ao dia, ou seja, comeram de 3 em 3 horas. No final o grupo de 6 refeições perdeu uma média de 1.9 kg de peso, enquanto o de 2, uma média de 2.8 kg, ou seja, 33% a mais em 2 semanas apenas. Mais um estudo para nos mostrar que essa ideia de comer de 3 em 3 horas é de fato um mito.

 

Agora para finalizar este mito foi realizada uma revisão de 2014 publicada no Jornal Nutrition com alta qualidade de estudo sobre o tema e foi concluído o seguinte: Os achados dessa revisão indicam que há incerteza na literatura quando interpretando uma frequência de refeições ótima para tratamento de obesidade onde uma redução nessa frequência pode até mostrar efeitos mais favoráveis no perfil lipídico de indivíduos obesos comparando-se com o aumento dessa frequência.

 

O que o estudo está dizendo é que uma menor frequência de alimentação gera mais benefícios que uma maior frequência. Vários estudos mostram que não há benefícios extras de emagrecimento ao se comer de 3 em 3 horas. Em outras palavras todo este mito, essa ideia difundida abertamente hoje em dia de comer de 3 em horas foi baseada em nenhuma evidencia cientifica. Por isso trouxe evidencias cientificas para poder desconstruir este mito, pois para implantar mitos não é necessário evidencia cientifica, mas para desconstruir sim.

 

Infelizmente é muito mais forte a resistências das pessoas em quebrar mitos do que acreditar em uma nova verdade sendo isso um absurdo por si só.

 

Agora que quebramos o mito falaremos dos grandes benefícios em que você não está comendo ou em jejum.

 

Quando você não está comendo você dá folga para seu corpo metabolizar os lixos tóxicos dele, se reciclar, se refazer. Se você come de 3 em 3 horas isso não acontece e seu corpo não tem folga para processar alimento, não tem folga para se reconstituir e se otimizar.

 

 

Nobel de Medina de 2016 por Estudar Autofagia

 

Jejum Intermitente versus Comer de 3 em 3 Horas

 

Isso é tão importante que o japonês Yoshinori Ohsumi ganhou premio Nobel de Medina de 2016 por estudar mais sobre a autofagia que é o mecanismo que acontece exclusivamente quando você não está se alimentando. Autofagia é relacionado a longevidade, saúde, fortalecimento do sistema imunológico e várias outras coisas e tudo isso é possível e acontece quando você está de jejum, quando seu corpo pode se otimizar e reconstruir, otimizar as organelas as células mortas e se desfazer dos lixos e realmente se fortalecer por si só. O grande Médico e Filósofo Hipócrates a.C já ensina que o jejum é o melhor dos remédios, logo comer o dia inteiro deve ser a pior das indicações possíveis.

 

Conheça Os alimentos permitidos na dieta Low Carb

 

 

Outra coisa bastante interessante é que até pouco tempo atrás a população costumava se alimentar 3 vezes ao dia. Na década de 1970 era comum as pessoas se alimentarem apenas 3 vezes ao dia sendo café, almoço e janta. Isso por só já propiciava um jejum automático de no mínimo 12 horas ao menos 1 vez ao dia que é quando você dorme e acorda da janta ao café. Hoje podemos constatar que a maior parte das pessoas comem mais vezes seguidamente em média 5 refeições ao dia e as vezes até mais, por isso hoje o número de pessoas doentes e obesas aumentaram exponencialmente no mundo inteiro, principalmente no Ocidente. Podemos notar que na história da sociedade esse fenômeno de comer várias vezes ao dia é uma coisa muito nova. Nunca na existência humana sobre a terra foi assim como está sendo nos últimos 30 anos, nunca houve tantos obesos, diabéticos e vários problemas de saúde como hoje. Nossos avós e nossos pais não foram criados assim, eles tinham um período em que não comiam e não viviam de lanchinhos, pois não havia este tremendo mito estupido sem embasamento cientifico que traz mais problemas que vantagem.

 

 

Comer de 3 em 3 Horas Emagrece?

 

Outro fator que contribui muito para as pessoas comerem mais vezes ao dia é que grande parte da “comida” consumida é menos nutritiva e grande parte é industrializada. E quando se come comida menos nutritiva se come mais para sanar a deficiência ingerindo assim mais calorias, ou seja, se mais com menos nutrientes.

 

Pessoas que comem pão, farináceos, açúcar, processados, refinados e outras coisas tem muito pouco nutrientes concentrados nesses ditos alimentos e por isso necessitam comer cada vez mais e mais e assim adoecem muito mais.

 

Agora algumas pessoas podem dizer: Mas minha amiga perdeu peso depois que começou a comer de 3 em 3 horas. Veremos porque algumas pessoas perdem peso comendo assim. Isso acontece pois essa não é a única alteração que as pessoas fazem para emagrecer. Se a pessoa começa a comer de 3 em 3 horas é porque ela está querendo emagrecer e se ela quer emagrecer ela vai parar de comer sobremesa como costumava comer, de tomar 1 litro de coca cola por dia, de comer açúcar, fast food, ela vai começar a se exercitar. Logo, uma pessoa que passa a comer de 3 em 3 horas ela passa a mudar um monte de outros hábitos. Então novamente aqui a filosofia aqui a ideia é inversa, ou seja, a pessoa está emagrecendo apesar dela estar comendo de 3 em 3 horas e não porque está comendo de 3 em 3 horas. Se ela fizesse todas as alterações que está fazendo e começar a comer normalmente sem ser de 3 em 3 horas ela teria provavelmente muito mais resultado que comendo frequentemente. Cuidado com essa interpretação neste tipo de coisa, pois por causa de uma má interpretação esse mito é passado para frente.

 

 

A Mudança de Hábitos faz Parte do Processo

 

É praticamente isso que a revisão publicada em 2014 dia: A simples comparação entre frequência alimentar e gordura corporal ou índice de massa corpórea deveria também considerar se essa frequência alimentar está associada com outros valores saudáveis. Por exemplo o aumento da atividade física. Sendo assim a pessoa emagrece não porque come de 3 em 3 horas e sim pela mudança de hábitos ruins para hábitos bons como uma boa alimentação e prática de exercícios físicos, ou seja, o motivo do emagrecimento são alterações positivas, é isso que colabora e não o comer de 3 em 3 horas. Ela emagrece apesar deste obstáculo de comer de 3 em horas. Isso não é um hábito sustentável a longo prazo.

 

O que sugerimos para você emagrecer é utilizar uma forma estratégica baseada em evidencias  e com uma alimentação que foca na alimentação correta, ou seja, na qualidade e não na quantidade do que você vai comer e depois uma implementação estratégica e correta  de jejum intermitente natural como um estilo de vida no qual várias pessoa conquistaram o peso ideal e hoje fazem desta estratégia um estilo de vida e tudo isso é baseado em evidencias cientificas e não em mitos e achismos como foi mostrada aqui no artigo.

  

 

Conheça Os alimentos permitidos na dieta Low Carb

O que achou deste artigo? Deixe um comentário e compartilhe com seus amigos.

 

ESTUDOS:

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9155494

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19566598

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25862614

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24268866

https://brasil.elpais.com/brasil/2016/10/03/ciencia/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24268866

 

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário.

2 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.