Jejum Intermitente Emagrece Roberto Alencar

Jejum Intermitente O segredo ancestral da perda de peso.

Realmente não existe limite superior para praticar o jejum. Mais uma vez, vou ajuntar uma nota cautelar. Se no momento você está usando medicamentos ou especialmente se você tem diabetes, é essencial falar isso com seu médico antes de iniciar o jejum intermitente. 

Os açúcares no sangue muitas vezes descem com a pratica de jejum, mas se você está tomando medicamentos, pode baixar muito mais. Esta é uma condição potencialmente fatal chamada hipoglicemia. Muitas vezes se manifesta como agitação, transpiração e às vezes convulsões. Os medicamentos geralmente necessitam ser ajustados, incluindo açúcar no sangue e medicamentos para a pressão arterial.

Além disso, se você se sentir mal em qualquer momento durante o jejum intermitente, você deve parar imediatamente. Você pode sentir fome, mas você não pode em hipótese alguma se sentir fraco, com náusea ou passar mal. Isso não é natural e você não deve tentar “empurrar”. Não estou aqui recomendando regimes de jejum, estou apenas documentando vários regimes de jejum em uso generalizado.

Jejum Intermitente O segredo ancestral da perda de peso.

 

Você sabia que o recorde mundial de jejum é de 382 dias . Este caso ocorreu com um escocês de 27 anos que jejuava para eliminar peso. Ele pesava 247 quilos no início do período de jejum. Durante este tempo, ele só tomou um multivitamínico, e algo chamado “Paladac”, que era vitamina C e levedura. O que levou este jovem pensar que comer fermento o levaria ao seu objetivo de eliminar peso é algo que não compreendo, mas oi isso ocorreu no início dos anos 1970, quando as pedras de estimação e a discoteca eram populares também, então você pode imaginar.

Ele era capaz de beber tanto liquido não calóricos quanto ele queria. Afinal, você sobreviveria menos de 3 dias sem líquidos devido a desidratação significativa. Em vários períodos, ele recebeu alguns suplementos de potássio e sódio, e foi monitorado por um médico durante todo o período de jejum para ver se havia algum efeito deletério sobre sua saúde.

Descubra Como Emagrecer Comendo de Forma Natural Com A Dieta Low-Carb

A constipação é um dos principais problemas que vemos no jejum. A razão parece bastante simples. Há muito pouco indo para o intestino, então pouco sai do outro lado. Este é um problema que enfrentamos rotineiramente em nossa clínica. Com este recorde mundial rápido, esse paciente teve movimentos intestinais aproximadamente a cada 37-48 dias. O que é importante notar é que este é um fenômeno normal e não anormal. Você não precisa ter um movimento intestinal diário para se sentir bem. No entanto, menos de uma vez por mês parece meio extremo.

Seu peso diminuiu de 207 para 83kg. Mesmo cinco anos depois, ele permaneceu em 90 quilos. Uma das preocupações mais persistentes sobre jejum é o efeito sobre os eletrólitos. Você pode ver do gráfico que acompanha que os açúcares do sangue diminuem, mas permanecem no limite inferior do normal. Não houve episódios de hipoglicemia. 

Isto é esperado, uma vez que o corpo iniciará o processo de gluconeogênese (fabricação de nova glicose) para fornecer o cérebro e certas outras partes que precisam de glicose (medula renal e glóbulos vermelhos). 

Mesmo o cérebro está usando principalmente cetonas neste momento. Como mostrado anteriormente, o músculo não é consumido para fornecer glicose (gluconeogênese). Em vez disso, o esqueleto de glicerol dos triglicerídeos (gordura) é reciclado em glicose enquanto as três cadeias de ácidos gordos são usadas para o combustível pela maior parte do corpo.

Os níveis de cálcio e fósforo no sangue variam ao longo da duração do jejum, mas geralmente permanecem dentro dos limites normais e são praticamente inalterados até o final do jejum. O mesmo acontece com a ureia plasmática e a creatinina, que são medidas amplamente utilizadas da função renal. Sódio, potássio, cloreto e bicarbonato foram todos inalterados e na faixa normal. Neste estudo, o ácido úrico permanece estável, embora outros estudos tenham mostrado algum aumento do ácido úrico.

Os níveis séricos de magnésio diminuíram neste estudo. Isso é consistente com o que vemos clinicamente na nossa clínica também. Parece ser especialmente prevalente nos diabéticos. É importante perceber que 99% do magnésio do corpo é intracelular e não medido pelos níveis sanguíneos. Neste estudo, os pesquisadores deram o próximo passo para medir o conteúdo de magnésio dentro das células e os níveis de Mg de eritrócitos permaneceram firmemente na faixa normal. No entanto, muitas vezes complementamos com magnésio para estar no lado seguro.

A taxa de perda de peso foi de 0,324kg por dia em média, em todos os 382 dias. Outros estudos do jejum além de 200 dias mostraram taxas semelhantes de perda de peso (de 0,184 a 0,301kg por dia) durante períodos de 210, 236, 249 e 256 dias. Esta média de 0,254kg/dia ((0,184 + 0.324) / 2) é realmente muito interessante.

Supomos que 1kg de gordura tem 7000 calorias. Esta é um número amplamente citado, mas não especialmente preciso. Se assumirmos que se come 2000 calorias por dia, então nós esperaríamos 2000/7000 = 0,285kg de perda de peso por dia, o que é bastante próximo ao número visto na prática. Assim, para um paciente com 50kg de gordura a perder, você pode esperar que seriam necessários cerca de 175 dias para perder tudo. 175 dias!

Eu geralmente não assino embaixo da teoria das calorias pela razão de que a redução calórica resulta em gasto calórico reduzido. Em outras palavras, diminuindo as calorias que entram, diminuem as calorias gastas – resultando em uma estagnação na perda de peso. No entanto, no caso do jejum direto, a teoria calórica mantém-se como prometido, resultando em uma perda de peso muito próxima da previsão se a despesa de Caloric permanecer estável . Em outras palavras – o metabolismo não diminui em jejum. Uma redução calórica prolongada, por outro lado, mostra que diminui o metabolismo.

Jejum Intermitente O segredo ancestral da perda de peso.

 

O antigo segredo Revelado

Às vezes, eu chamei de jejum intermitente o “antigo segredo” de perda de peso. Por que eu recorro a tal hipérbole do Dr. Oz? Bem, porque é verdade. É uma técnica antiga de perda de peso – datada do tempo dos gregos antigos. Então, se você quer falar sobre práticas testadas no tempo, nada pode superar. Considere que as dietas LowCarb, tal como aprovadas por William Banting, também têm uma longa história, mas só datam de meados dos anos 1800. A obesidade era bastante rara no tempo de Jesus Cristo, então o jejum foi usado como um método para preservar a boa saúde e melhorar a clareza mental.

Mas por que o jejum é um “segredo”? Bem, porque as autoridades nutricionais passaram os últimos 30 anos convencendo-nos de que precisamos comer mais para perder peso. Todos ouvimos essas mentiras. (link do artigo: Estudos confirmam Jejum Intermitente é MELHOR que Comer de 3 em 3 horas)

  • Você deve sempre tomar café da manhã dentro de um minuto de sair da cama.
  • Você deve comer lanches constantemente, durante todo o dia ou então você vai ser consumido pela fome e encher a cara com biscoitos recheados Krispy Kreme.
  • Você deve comer 6-7 refeições por dia, ou então você será consumido pela fome e seu metabolismo ficará lento.
  • Você deve comer um lanche para dormir, ou então você ficará com fome enquanto estiver dormindo. 
  • Você nunca deve perder uma refeição, caso contrário você será consumido pela fome e irá comer com exagero na próxima refeição.
  • Se você perder uma única refeição, você desenvolverá transtornos alimentares como a anorexia.

 Descubra Como Emagrecer Comendo de Forma Natural Com A Dieta Low-Carb

Este último deve ser um dos mitos mais idiotas disseminados. O jejum não é algo que promove o mal a sua saúde. Existe um longo caminho desde a obesidade mórbida até a anorexia. Além disso, a anorexia é uma desordem psicológica da imagem corporal. O jejum não leva a anorexia mais do que lavar as mãos leva a transtorno obsessivo-compulsivo. Mas essas mentiras persistem.

No entanto, por causa de todas as preocupações, você pode ter certeza de que há estudos que mostram que o jejum intermitente não leva a distúrbios alimentares .

Infelizmente, o público em geral comprou essas mentiras. Você pode ver que, a partir de 1977, a grande maioria das pessoas comia apenas 3 vezes ao dia. Em 2003, a maioria das pessoas comem 5 a 6 vezes por dia. Este conselho de perda de peso foi tão útil como uma terceira narina.

Grande parte desse aumento nas oportunidades de alimentação provavelmente foi financiado pela indústria alimentícia. Eles querem vender mais alimentos. É mais fácil vender mais alimentos se as pessoas estão comendo com mais frequência. Então, para fazer isso, eles precisavam se certificar de que você nunca perdeu uma única refeição.

Conclusão sobre o Jejum Intermitente

Você pode praticar jejum intermitente? Sim – literalmente, milhões de pessoas em todo o mundo há milhares de anos fazem jejum intermitente. O jejum não é novidade.

É saudável fazer jejum constantemente? Sim. Na verdade, existem benefícios de saúde enormes, que nem sequer abordamos aqui.

Você vai perder peso? Aqui está a coisa louca. As pessoas estão convencidas de que o jejum fará com que eles ganhem peso. OK, Einstein – se você não comer nada por 2 semanas, você acha que vai perder peso? Claro.

É difícil fazer jejum intermitente? Na verdade, não. Milhões de pessoas fazem isso.

Assim, o jejum é eficaz, simples (uma regra principal – não comer), flexível (muitos regimes diferentes), prático (economiza tempo e dinheiro) e praticamente garantido para o trabalho. Então, por que as pessoas não o apoiam? Porque ninguém ganha dinheiro de você quando você jejua. Somente quando você compra coisas malucas como shakes e outros substitutos de refeição. Ninguém quer que você descubra o segredo ancestral da perda de peso.

Dr. Jason Fung

Artigo traduzido. O original está aqui.

Descubra Como Emagrecer Comendo de Forma Natural Com A Dieta Low-Carb 

O Dr. Fung é um especialista em rim baseado em Toronto, tendo se formado na Universidade de Toronto e terminando sua especialidade médica na Universidade da Califórnia, em Los Angeles, em 2001. Ele é o autor dos bestsellers ‘The Obesity Code’ e ‘The Complete Guide para Jejum ‘. Ele foi pioneiro no uso de jejum terapêutico para perda de peso e reversão de diabetes tipo 2 em sua clínica IDM.

 

 

Jejum Intermitente O segredo ancestral da perda de peso.
5 (100%) 1 vote

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.