Jejum Intermitente Emagrece Roberto Alencar

Afinal Jejum Intermitente faz perder massa magra?

Várias pessoas adeptas de várias formas de treino têm essa grande dúvida e eu também tinha sobre treinar em jejum com medo de perder massa magra, mas afinal Jejum Intermitente faz perder massa magra?

Não recomendo que ao iniciar a pratica do jejum intermitente você já se aventure a treinar depois de horas sem comer, pois pode lhe acontecer sensações de náuseas, vigorosas dores de cabeça e tontura.

Recomendo que você passe por um período de adaptação antes. Eu e vários praticantes do jejum intermitente já relataram total condição para realizar o treino, dentro da janela ou não.

 

Eu pratico corrida de duas a três vezes na semana, faço exercícios de calistenia e me sinto muito bem durante e após o treino, pois já estou adaptado. Talvez seja questão de hábito, pode ser que algumas pessoas não consigam se adequar. Alguns nutricionistas, educadores físicos e médicos defendem e tem estudado os treinos no período em jejum.

Estudo: Dietas cetogênicas e desempenho físico.

Dados da literatura científica indicam que a prática de atividades físicas num contexto de dieta cetogênica pode provocar adaptações positivas no desempenho, de maneira especial em atividades aeróbicas.

 

Afinal Jejum Intermitente faz perder massa magra?

Parece que sempre há preocupações sobre a perda de massa muscular entre aqueles que desejam iniciar o jejum intermitente. Essa era a pergunta que mais me deixava perplexo em relação ao jejum, pois sempre gostei de exercícios físicos. E hoje depois de pesquisar muito e tirar minhas dúvidas por meio da experiência não importa quantas vezes eu respondo, alguém sempre pergunta: “O jejum não queima seu músculo? O Jejum Intermitente faz perder massa magra? E eu respondo com base em pesquisas e com base na minha experiência que NÃO.

Eu sou a prova de que jejum intermitente não faz perder massa magra, sou prova viva disso. Agora quero lhe apresentar o Dr. Jason Fung, um dos maiores especialistas sobre jejum intermitente e grande autoridade no assunto.

Confira agora um pequeno resumo do que disse o Dr. Jason Fung sobre jejum intermitente e perda de massa magra. Tenho certeza que após você ler este artigo nunca mais terá esta dúvida. Vale a pena conferir:

“Aqui é a coisa mais importante a lembrar. Se você está preocupado com a perda de peso e a reversão do T2D, então se preocupe com a insulina. O jejum e a LCHF irão ajudá-lo. Se você está preocupado com a massa muscular, então se exercite – especialmente exercícios de resistência. Não confunda os dois problemas. Sempre confundimos as duas questões porque os entusiastas das calóricas entrelaçaram-nos em nossas mentes, como hambúrgueres e batatas fritas.

Afinal Jejum Intermitente faz perder massa magra?

Perda de peso e ganho é principalmente uma função da DIETA. Você não pode exercer a sua saída de um problema alimentar. Lembre-se da história de Peter Attia ? Um médico altamente inteligente e um nadador de nível de elite, ele se encontrou no extremo pesado da escala, e não era músculo. Ele estava acima do peso, apesar de se exercitar 3-4 horas por dia. Por quê? Porque o músculo é sobre o exercício, e a gordura é sobre a dieta. Você não pode executar uma dieta ruim.

Ganho e perda de músculo são majoritariamente funções do EXERCÍCIO. Você não consegue ganhar músculos comendo. Indústrias de suplementos, é claro, tentam te convencer do contrário. Coma creatina (ou shakes de proteína, ou qualquer poção mágica) e você vai construir músculos. Isso é estúpido. Só há um jeito bom de construir músculos – exercício. Então se você está preocupado com perda de músculos – exercite-se. Não é nada complicado. Apenas não confunda as duas coisas, dieta e exercício. Não se preocupe sobre o que a sua dieta (ou falta de dieta – jejum) está fazendo com seus músculos. Exercícios constroem músculos. Ficou claro?

Revisões sobre jejum de meados dos anos 1980 já tinham notado que “a conservação da energia e das proteínas pelo corpo foi demonstrada ao reduzirem-se a excreção urinária de nitrogênio e o fluxo de leucina (proteólise). Durante os primeiros 3 dias de jejum, nenhuma mudança significativa na excreção urinária de nitrogênio e na taxa metabólica foram demonstradas”. Leucina é um aminoácido e alguns estudos mostraram que a sua excreção aumenta durante o jejum, enquanto outros não mostraram. Em outras palavras, estudos fisiológicos sobre o jejum já concluíram que proteína não é “queimada” para gerar glicose.

Às vezes você vai ouvir um nutricionista dizer que o cérebro “precisa” de 140g de glicose por dia para funcionar. Sim, isso pode ser verdade, mas NÃO significa que você precisa COMER 140g de glicose por dia. Seu corpo vai fabricar a glicose da qual precisa a partir da sua gordura armazenada. Se você decidir COMER os 140g ao invés, o seu corpo vai simplesmente deixar a gordura no seu traseiro, quadris e cintura. Isso acontece porque o corpo vai queimar o açúcar ao invés da gordura.

Mas vamos observar alguns outros estudos clínicos no mundo real. Em 2010, pesquisadores observaram um grupo de sujeitos que passaram por 70 dias de jejum alternado (ADF). Isso é, eles comeram um dia, e fizeram jejum no próximo. O que aconteceu com sua massa magra?

A massa livre de gordura deles começou em 52kg e terminou em 51.9 kg. Em outras palavras, não houve perda de tecido magro (osso, músculo, etc). Houve, entretanto, uma perda de gordura significativa. Então não, você não está “queimando músculos”, você está “queimando gorduras”. Isso, é claro, é lógico. Afinal de contas, por que o seu corpo iria armazenar excesso de energia como gordura, se ele pretendia queimar proteínas assim que a comida acabasse? Proteína é tecido funcional e tem muitas funções além de armazenamento de energia, enquanto a gordura é especializada em armazenar energia. Não faz sentido que você usaria gordura para obter energia, ao invés de proteína? Por que pensaríamos que a Mãe Natureza é doida?

Isso é mais ou menos como juntar madeira para acender a lareira. Mas assim que você precisa de calor, você desmonta o sofá e põe fogo nele. É completamente idiota pensar assim, e não é a maneira como nossos corpos foram feitos para funcionar.

Afinal Jejum Intermitente faz perder massa magra?

Descubra Como Emagrecer Comendo de Forma Natural Com A Dieta Low-Carb

 

Como, exatamente, o corpo mantém a massa magra? Isso está provavelmente ligado à presença de hormônio do crescimento (GH). Em um artigo interessante, pesquisadores colocaram sujeitos em jejum e suprimiram o hormônio do crescimento com uma droga, para ver o que acontecia à degradação muscular. Nesse artigo, eles reconhecem que “as proteínas do corpo se reduziram por inteiro”. Em outras palavras, nós sabemos há no mínimo 50 anos que a quebra de músculos diminui substancialmente durante o jejum.

Ao suprimir o GH durante o jejum, há um aumento de 50% na quebra de músculos. Isso sugere fortemente que o GH tem papel importante na manutenção de massa magra durante o jejum. O corpo já tem mecanismos prontos para preservar massa magra durante o jejum e queimar gordura ao invés de proteína.

Então deixe-me colocar novamente, da maneira mais simples que consigo. Gordura é, em sua essência, comida armazenada para que “comamos” quando não há nada para comer. Nós evoluímos depósitos de gordura para serem usados em épocas quando não há o que comer. Não está lá porque é bonita, ok? Então, quando não há nada para comer (jejum), nos “comemos” nossa própria gordura. Isso é natural. Isso é normal. É essa a maneira como fomos selecionados.

É não é só conosco. Todos os animais selvagens funcionam da mesma maneira. Nós não desperdiçamos nossos músculos enquanto mantemos os estoques de gordura. Isso seria idiota. Durante o jejum, mudanças hormonais entram em ação para nos dar mais energia (adrenalina aumentada), manter a glicose e as reservas de energia altas (queimando ácidos graxos e corpos cetônicos) e manter nossos músculos e ossos (hormônio do crescimento). Isso é normal e natural, e não há o que se temer.

Então, vou dizer aqui, de novo:

  • Não, jejuar não significa que você está queimando proteína para obter glicose. O seu corpo vai funcionar com gordura
  • Sim, seu cérebro precisa de uma certa quantidade de glicose para funcionar. Mas não, você não tem que COMER a glicose para obtê-la.

Dr. Jason Fung (Traduzido para o português / O texto original pode ser visto aqui)

 

Afinal Jejum Intermitente faz perder massa magra?

Descubra Como Emagrecer Comendo de Forma Natural Com A Dieta Low-Carb 

 

Se você gostou deste artigo e serviu para te ajudar compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais e até o próximo artigo.

 

 

 

 

Afinal Jejum Intermitente faz perder massa magra?
5 (100%) 2 votes

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.